Quais são os alimentos mais ricos em Ómega 3?

Por À Roda da Alimentação

Esta saudável que o organismo não produz é essencial para a saúde. Saiba como incluí-la mais vezes na dieta.

Os ácidos gordos da família ómega 3, de que já deve ter ouvido falar, são ácidos gordos polinsaturados essenciais, ou seja, são indispensáveis para o correto funcionamento do organismo, mas só se obtêm através da alimentação.

Estes são muito importantes para a saúde porque têm uma forte ação anti-inflamatória, estimulam o bom funcionamento cerebral, e desempenham um papel fundamental nos processos de crescimento, desenvolvimento e reparação do organismo.

Consumo de peixe em Portugal

Além disso, podem ser fortes aliados na redução dos níveis de colesterol LDL (mau colesterol), e no aumento dos níveis de HDL (bom colesterol), e promovem o bom funcionamento do sistema cardiovascular, reduzindo os fatores de risco (redução ligeira da pressão arterial, da resposta inflamatória e dos triglicéridos). De resto, têm um papel importante na prevenção de e doenças neurodegenerativas e vários tipos de cancro.

Receita rica em : Poke bowl de atum e salmão

Os alimentos mais ricos em ómega 3, e que devem ser incluídos numa alimentação variada, completa e equilibrada, são as sementes (linhaça, chia) e óleos (óleo de linhaça), alguns frutos oleaginosos (nozes), e os peixes gordos (sardinha, cavala, sarda, atum, arenque, salmão).

Importa destacar que as grávidas, desportistas e pessoas com doenças inflamatórias, autoimunes ou neurodegenerativas têm necessidades acrescidas de ómega 3, pelo que devem aumentar o consumo deste tipo de alimentos de acordo com as recomendações dadas por um profissional de saúde.

Mais sobre o peixe e os benefícios do ómega 3

Peixe aquacultura

Alimentos ricos em ómega 3

  • Peixes, óleo de peixes, mariscos e algas: salmão, atum, cavala, arenque, dourada sável, chicharro, congro, sardinha, enguia, óleo de fígado de bacalhau, caranguejo, camarão, algas, etc.
  • Óleos : óleo de canola, linho, linhaça, nozes.
  • Alguns hortícolas de cor escura: espinafres, beldroegas, espinafres, alho francês, couves de folha verde escura, e brócolos.
  • Nozes e sementes de linhaça e chia.
  • enriquecidos com ómega 3.

Fonte: Direção-Geral da Saúde

Beldroegas: fonte de ómega 3

As beldroegas são consideradas por muitos uma erva daninha, mas constituem uma das maiores fontes vegetais de ácidos gordos ómega-3, podendo contribuir, a par de uma , para um menor risco de doença cardiovascular, dotando a beldroega de uma elevada riqueza nutricional.

Fonte: Direção-Geral da Saúde

Se tiver dúvidas sobre este assunto, pergunte à nossa Nutricionista Online.

Autor

À Roda da Alimentação