Benefícios das cerejas: um alimento de topo

Por À Roda da Alimentação

Estamos em plena época da cereja. É preciso aproveitar o tempo da sua breve duração, uma vez que a apanha é feita entre a segunda quinzena de maio e o final de julho. Sem esquecer os seus benefícios, deixamos-lhe aqui alguns conselhos para escolher, conservar e consumir este fruto de grande valor nutricional.

A cerejeira é uma árvore imponente, mas de flores delicadas, repleta de simbolismos e de histórias acerca da sua origem e significado. Oriunda da Ásia – julga-se que da região do norte do Irão e de outros países a sul das montanhas do Cáucaso –, a cultura japonesa associa-a aos samurais, por considerar que têm uma vida tão efémera quanto a sua flor, para muitos uma das mais bonitas do mundo.

Tal como acontece com as flores de cerejeira, a duração desta é também bastante breve, apanhando o final da primavera e cerca de metade do verão. Em Portugal, esta árvore adaptou-se bem a certas regiões do país. É cultivada no Douro, mais precisamente em Resende; em Trás-os-Montes, na zona de Alfândega da Fé; e em Castelo branco, na famosa região do Fundão, onde se organiza anualmente, na serra da Gardunha, o famoso Festival de Cereja.

Benefícios da cereja

A cereja no topo do está no seu baixo valor calórico (100g de têm cerca de 60 kcal.) e na sua riqueza nutricional. Antes de mais, são ricas em fitoquímicos, ou seja, substâncias com propriedades antioxidantes, que podem ajudar a prevenir algumas doenças, como as doenças cardiovasculares.

Os ácidos fenólicos (ácidos hidroxicinâmicos) e os flavonoides (antocianinas) , que fazem parte das propriedades das cerejas, são também importantes, uma vez que o organismo não os produz, e, por essa razão, só consegue obtê-los a partir da ingestão de certos alimentos, como é o caso da cereja. O potencial antioxidante destas substâncias é muito elevado e estão por isso associados à prevenção de certos tipos de cancro, como refere um estudo muito recente da Universidade da Beira Interior a propósito dos benefícios nutricionais da cereja para a saúde.

Calendário da fruta da época e benefícios

A cereja é também uma excelente fonte de fibra, importante para manter uma boa saúde intestinal e para controlar o apetite.  Para além disso, a cereja também fornece , uma vitamina com ação antioxidante, que contribui para o normal funcionamento do sistema imunitário.

Estes valores nutricionais, nomeadamente os teores de e minerais, podem sofrer alterações de acordo com o tipo de cerejas que comemos, especialmente com o seu grau de maturação. Por essa razão, é importante saber escolhê-las, e não é difícil.

Os benefícios das cerejas

Como escolher as melhores cerejas

  • As cerejas devem estar maduras. Se estiverem verdes, não vão ficar mais doces nem amadurecer com o passar do tempo, como acontece com outras frutas.
  • A das cerejas deve estar limpa, firme, brilhante e sem manchas.
  • O pedúnculo deve estar bem preso ao fruto e ter um tom verde e fresco.
  • Quanto maiores e mais carnudas estiverem as cerejas, mais qualidade têm.
  • São de evitar cerejas engelhadas, pegajosas, moles, rachadas ou podres.

Como conservar as cerejas

As cerejas devem ser guardas num local fresco, como o frigorífico, na gaveta interior, para diminuir as perdas de vitamina C que ocorrem com o passar do tempo. Não as lave nem as tape. Nestas condições podem durar cerca de duas semanas. Também é possível congelá-las, mas neste caso devem ser bem lavadas com corrente para remover vestígios de químicos. Depois, seque-as e coloque-as em sacos de plástico dentro do congelador. Podem conservar-se cerca de oito meses.

Utilizações da cereja

A melhor forma de consumir cerejas e usufruir de todos os seus benefícios é simplesmente ao natural. No entanto, esta fruta tem uma grande variedade de utilizações, nomeadamente na preparação de , tartes, ou até de algumas bebidas. As cerejas são ainda, como se sabe, uma fruta excelente para dar um toque de grande elegância na decoração de doces, sorvetes e coquetéis.

As conversas são como as cerejas, diz um velho provérbio português. Quanto mais conversamos, mais queremos conversar; quanto mais cerejas comemos, mais cerejas queremos comer. Atrás de uma vem logo outra, porque é difícil resistir a esta fruta deliciosa, com uma consistência carnuda e um tom que pode variar entre o vermelho-púrpura e o vermelho-alaranjado. É tempo de cerejas, aproveite o mais possível.  

Bom apetite!

Autor

À Roda da Alimentação