Grão-de-bico: benefícios nutricionais

Por À Roda da Alimentação

O grão-de-bico, que normalmente designamos apenas por grão, é um alimento muito popular no mundo inteiro e com um enorme valor nutricional. Devido aos seus benefícios, há muitas razões pelas quais deve ser consumido regularmente.

Grão-de-bico: origem

Oriundo do Médio oriente, o grão-de-bico é, a par do feijão, a leguminosa mais popular. É essencial não só numa dieta vegetariana, por ser uma fonte de proteína, mas também na alimentação mais comum. A sua versatilidade não permite que se torne cansativo, visto que se adequa a um sem-número de pratos. Pode ser preparado em sopas, saladas, hambúrgueres, quiches, , , ensopados, , bolos ou pastas para sanduíches.

Receitas com grão de bico

Três Receitas Económicas

A sua produção é também importante para a proteção do ambiente, visto que, à semelhança de outras , tem a capacidade de absorver e produzir azoto naturalmente, portanto, prescinde da utilização de fertilizantes azotados. Estes são os seus principais benefícios para a saúde:

  • Tem um baixo valor energético – cerca de 164 kcal por 100 g, portanto, é um bom aliado da elegância.
  • Tem um elevado teor de proteína vegetal; apesar de a proteína do grão não ser completa, quando combinada com ou com outros , consegue obter os Aminoacidos essenciais.
  • É rico em , especialmente vitaminas do complexo B, com destaque para o ácido fólico, essencial na gravidez, uma vez que reduz o risco de espinha bífida e de malformações no tubo neural.
  • Tem um elevado teor de fibra e de hidratos de carbono de absorção lenta que desempenha um papel importante no controlo do apetite, no bom funcionamento intestinal e na regulação dos níveis de açúcar no sangue.
  • Tem um grande valor mineral, rico em potássio, fósforo e ferro. Fonte de cálcio, magnésio e zinco.

Grão-de-bico: como fazer?

Idealmente deve comprar grão-de-bico seco e não enlatado, a menos que precise dele para uso imediato. Recomenda-se que o grão-de-bico seco fique de molho algumas horas ou, por exemplo, desde a noite até ao amanhecer.

De seguida, basta cozê-lo em a ferver até ficar macio. Lembre-se de que este alimento aumenta consideravelmente de tamanho. Depois de cozido, pode ser congelado (sem estar quente) em porções para que seja mais fácil e rápido prepará-lo regularmente.

Bom apetite!

Autor

À Roda da Alimentação