Dicas para cozinhar e aproveitar melhor a carne

O nutricionista Miguel Godinho ensinou-me alguns truques importantes para conservar e preparar vários tipos de carne. Ora vejam!

No À Roda da Alimentação desta semana, que passou sábado na RTP1, colocámos vários tipos de carne em cima da mesa. Eu e o nutricionista Miguel Godinho, que regressou ao meu programa para me ajudar a tirar maior partido da carne e a saber conservá-la no frio.

Para evitar os cristais de gelo e garantir que as características nutricionais dos alimentos se mantêm, o ideal é que estes congelem no menor tempo possível. Este processo é dificultado se o congelador estiver muito cheio. Outro conselho importante é que a carne não deve ficar congelada mais de 12 meses porque a partir dessa data pode começar a perder qualidades.

A carne deve ser colocada em sacos de congelação, em doses pequenas, extraindo-se o maior ar possível. Também se deve identificar os recipientes com o tipo de carne e a data de congelação. Acreditem, isto evitará muitas dúvidas na hora de escolher o que tirar do congelador.

Já no que toca ao descongelamento, não façam como eu, que costumava deixar a carne na bancada da cozinha. O ideal, explica o meu convidado, é deixar a carne a descongelar dentro do frigorífico para reduzir a probabilidade de ficar contaminada por microrganismos.

O Miguel aproveitou o frango inteiro à nossa disposição para sugerir uma receita bem original. Ao invés de acompanhá-lo com as tradicionais batatas ou arroz, porque não recheá-lo com feijão ou grão salteados em azeite, com alho, gengibre e um pouco de cebola. Depois, é só usar um limão inteiro para tapar a cavidade e levar ao forno. Parece bem apetitoso, não é?

Pode assistir ao programa deste fim de semana online, no site da RTP1.

Your Content Goes Here

Your Content Goes Here

Your Content Goes Here

Comentários1

Adicionar comentário

Não perca pitada
das nossas novidades