Esta semana voltei a cozinhar e não estive sozinha.  A chef Marlene Vieira acompanhou-me em mais uma deliciosa aventura entre tachos.

Como me têm vindo a assinalar os nutricionistas do Continente, os laticínios devem fazer parte de uma alimentação equilibrada, pois, entre outros nutrientes, são fornecedores de vitaminas A, D e B12. Se bem se lembra, a Roda dos Alimentos recomenda a ingestão diária de 2 a 3 porções de lacticínios e derivados. Por isso mesmo, nunca é tarde para os incluir nas refeições.

No meu programa À Roda da Alimentação, que passou esta semana na RTP1, o tema foram as receitas à base de lacticínios. Ideias especialmente úteis para quem não aprecia queijo ou não bebe leite simples, por exemplo.  Apesar de eu não beber leite, os iogurtes nunca faltam na minha lista de compras.

A chef Marlene Vieira trouxe as soluções: uma quiche de legumes e quinoa, com muito pouca gordura, um batido à base de leite sem lactose, e um saboroso cheesecake com iogurte grego, adoçado apenas com mel.

Além de uma mesa cheia de coisas boas e saudáveis, acabámos a manhã com mais alguns truques na manga para evitar o sal e o açúcar nos cozinhados.

 

Se não conseguiu ver este programa, pode aceder ao episódio completo aqui.

CHEGOU A COLEÇÃO À RODA DA ALIMENTAÇÃO

CONHEÇA OS NOVOS UTENSÍLIOS

Your Content Goes Here

Your Content Goes Here

Your Content Goes Here

Comentários2

  1. Carlos Marques 18/07/19 04:57 | 07.05.2019 2:58 PM

    Vivemos numa Europa com excedente de produção de leite e, assim ensinam nas universidades, o que os grandes lobbys pretendem… Escoar o que tem, um produto que de natural, só tem o nome, pois já sofreu 30 !!! modificações.
    Portanto os nutricionistas não impinjam um produto industrializado para consumo saudável.

    Responder
  2. Especialista Continente
    Especialista Continente 18/07/19 04:57 | 10.05.2019 3:27 PM

    Boa tarde!

    São várias as entidades científicas e de saúde que recomendam o consumo de leite dado que é um alimento de elevado valor nutricional, apresentando quantidades interessantes de diferentes vitaminas, nomeadamente de vitaminas B12 e D e minerais como o cálcio e fósforo.

    O leite faz parte da Roda dos Alimentos Mediterrânica e de muitos outros guias alimentares de diversos países, como as pirâmides alimentares, o que demonstra a importância do seu papel na alimentação diária.

    Algo que nem toda a gente sabe, mas que já foi demonstrado por vários estudos, é que o leite é uma das fontes mais importantes de iodo em muitos países. Em Portugal, por exemplo, encontramos maior prevalência da deficiência de iodo nas crianças que bebem menos leite.

    É claro que podemos viver sem consumir leite, principalmente em casos de hipersensibilidade e de regimes alimentares específicos, como o veganismo, mas devemos fazê-lo tendo em atenção as necessárias substituições para evitarmos carências alimentares em determinados micronutrientes.

    Responder

Adicionar comentário

Não perca pitada
das nossas novidades