EP.06 SALADA DE QUINOA COM BACALHAU da Joana Barrios

Por À Roda da Alimentação

Ver Receitas

Toda a gente sabe que há mil e uma maneiras de cozinhar bacalhau. Mas a Joana Barrios, energética como sempre e sem estar refém do passado, encontrou mais uma, por isso agora passam a ser mil e duas. Não é tarde nem é cedo para aprendermos esta receita nova feita com o nosso fiel amigo, e já que ele é assim tão fiel, não vai levar a mal este rasgo de criatividade. É que esta receita é mesmo boa e não lembra a ninguém, só mesmo à Joana Barrios.


Mas afinal: Como escolher o Bacalhau?


Se a tradição ainda é o que era, desenganem-se aqueles que pensam que já não há muito para inventar com este amigo de longa data, um amigo tão clássico, tão distinto, tão português e que todos nós adoramos – seja seco, demolhado, à posta ou desfiado. Mas antes de irmos para a cozinha, não convém ir de qualquer maneira armado em bom: é preciso saber escolher um bacalhau em condições. Não sabem? A Joana também não sabia, mas perguntou a uma funcionária maravilhosa do Continente e ela contou tudo. Antes de mais, temos de prestar atenção a duas coisas: primeiro, a cor dever ser de um amarelo-palha, porque isso indica que a secura foi bem feita; em segundo lugar, seguramos o bacalhau pelo corpo e deixamos cair a cauda – se ela se dobrar, significa que tem excesso de água – e não, nós não queremos isso.

Os lombos com que a Joana cozinha foram devidamente demolhados e são lindos de morrer, devem ter passado a tarde toda a fazer massagens com óleos aromáticos. E assim tão esplendorosos, vamos mergulhá-los num banho termal de águas quentes e abundantes. Entretanto, numa saladeira põe-se a quinoa e o grão-de-bico já cozidos – não é o momento para ir cozer nada, este assunto já deve estar tratado, que é para uma pessoa não se enervar na cozinha. Depois, desfiamos o bacalhau e juntamo-lo à salada – quem vê mal deve ir buscar os óculos porque não pode ir nem uma única espinha lá para dentro. Envolve-se tudo muito bem e tempera-se com sumo de limão, vinagre e azeite, montes de azeite porque o bacalhau precisa mesmo destes momentos finais de uma hidratação profunda. Junta-se a beterraba já ralada, mistura-se tudo e emprata-se com um aro, que é para o prato ter mesmo um ar todo sofisticado. Não dá muito trabalho, mas até parece que estivemos a tarde inteira na cozinha. Às vezes, é mesmo bom impressionar a família e os amigos.

Receita Almoço

Salada de Quinoa com Bacalhau

m

pessoas

Ver Receita
Receita Almoço

Salada de Quinoa com Bacalhau

m

pessoas

Ver Receita

Ingredientes

  • 2 bons lombos de bacalhau devidamente demolhados

  • 1 chávena de quinoa

  • 150 g de grão-de-bico devidamente demolhado

  • 1 beterraba

  • Sumo de 1 limão

  • 1 ramo de hortelã

  • 1 ramo de coentros frescos

  • Azeite q.b

  • Vinagre q.b

  • Sal q.b

Preparação

1/

1/6

Comprar no Continente

Autor

À Roda da Alimentação