Sopa marroquina de batata-doce com lentilhas

Por À Roda da Alimentação

Ver Receitas

Um pouco à semelhança do que acontece em Portugal, a sopa é parte integrante da gastronomia de Marrocos. Esta de com é diferente e tem o aroma exótico de outras paragens.

Ninguém diria que a batata-doce e as lentilhas ficariam tão bem juntas na mesma receita, neste caso uma sopa oriunda do Norte de África. Mas a verdade é que estes dois alimentos são bastante versáteis e a sopa é apenas uma das muitas variações em que a sua confecção resulta bastante bem.

Os benefícios da batata-doce

A batata-doce tornou-se nos últimos anos um alimento muito conhecido, especialmente devido ao facto de ser uma excelente fonte de fibra e de hidratos de carbono. O seu teor em fibra permite que a subida do açúcar seja mais lenta, por isso se diz que tem um índice glicémico mais baixo do que a batata normal.  O seu teor em fibra também a torna num acompanhamento ideal para incluir nas suas refeições, pois permite um maior controlo do apetite

Por outro lado, a batata-doce é rica em vitamina A e C e é fonte de tiamina e potássio – importantes para o bom funcionamento do organismo e benéficos para a saúde. Opte por consumir a batata-doce ao natural, sem adição de sal, utilizando especiarias ou ervas aromáticas para temperar.

Receita: Brownies de batata-doce de Alice Trewinnard

Os benefícios das lentilhas

Já as lentilhas, pertencentes à família das leguminosas – tal como o feijão, o grão-de-bico, a ervilha, o tremoço ou a fava – são muito ricas em proteínas e, portanto, a sua combinação com a batata-doce permite um bom equilíbrio entre dois dos elementos recomendáveis em qualquer refeição: proteínas e hidratos de carbono.

Com esta receita de sopa marroquina de batata-doce e lentilhas pode fugir um pouco à forma mais habitual de cozinhar estes dois alimentos. As lentilhas estão geralmente presentes em saladas, almôndegas e hambúrgueres, enquanto a utilização da batata-doce praticamente só conhece duas variações – cozida ou assada.

O preço das lentilhas é bastante acessível e encontramo-las disponíveis nos supermercados durante todo o ano, com ou sem casca, inteiras ou em metades, e também sob a forma de farinha, que não é nada mais do que lentilhas secas e moídas. Assim, esta receita resulta também num prato tão nutritivo quanto económico.

Receita: estufado de lentilhas com bacalhau

Os restantes elementos da nossa sopa marroquina, nomeadamente a cenoura e o tomate, têm, entre outros, benefícios sobejamente conhecidos: são ambos fornecedores de compostos bioativos com ação antioxidante, e excelentes fontes naturais de fibras. Nesta sopa deliciosa e diferente, o cominho e o açafrão são o segredo do aroma quente e exótico que ela exala. E, por fim, um pormenor curioso: em Marrocos não se diz «comer sopa», mas sim «beber sopa», o que nos dá quase vontade de brindar, já que este petisco vende saúde.

Bom apetite!

Receita Entrada

Sopa marroquina de batata-doce com lentilhas

40 m

4 pessoas

Ver Receita
Receita Entrada

Sopa marroquina de batata-doce com lentilhas

40 m

4 pessoas

Ver Receita

Ingredientes

  • 1 cebola (mal picada)

  • 2 cenouras médias (aos cubos)

  • 3 dentes de alho

  • 190 g de lentilhas verdes secas

  • 2 batatas-doces (grandes)

  • 2 tomates maduros (aos cubos)

  • 5-6 chávenas de água ou caldo de legumes

  • 1 c. de café de cominho

  • 1 c. de café de açafrão

  • 1 c. de café de pimentão

  • 1 c. de café de sal

  • Coentros frescos q. b (ou salsa, se preferir)

Preparação

1/

1/6

Comprar no Continente

Autor

À Roda da Alimentação