Anemia: o que comer, causas e sintomas

Por À Roda da Alimentação

Se a anemia afeta a sua vida ou a daqueles que ama, descubra como a alimentação pode ser a solução.

O que é a anemia?

A anemia é um problema mais comum do que se julga. Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de um quarto da população mundial, ou seja, 25 em cada 100 pessoas, sofre com alguma variação desta condição, que está associada à diminuição de glóbulos vermelhos no sangue. Estas células são essenciais pois contêm hemoglobina, responsável pelo transporte do oxigénio dos pulmões para as restantes partes do corpo.

Causas da anemia

A causa mais comum da anemia é a falta de ferro. Esta pode resultar de doenças gastrointestinais que interferem com a absorção de ferro, de uma dieta pobre neste mineral, como pode acontecer nas dietas vegetarianas (sobretudo, vegetarianas estritas ou veganas) ou quando o organismo aumenta as necessidades do nutriente (gravidez, por exemplo).

A falta de ferro é a deficiência nutricional mais comum do mundo e pode ainda surgir como resultado de algumas doenças crónicas.

Vegetarianismo

Sintomas comuns de anemia

A distribuição fraca ou disfuncional de oxigénio no sangue pode gerar vários sintomas. Os mais frequentes são:

  • a sensação generalizada de fadiga;
  • falta de força;
  • dores de cabeça;
  • tonturas:
  • distúrbios de sono e apetite.

Alguns destes sinais podem ser facilmente confundidos com cansaço e, por isso, a anemia pode passar despercebida. Se tem alguns destes sintomas ou dúvidas, consulte o seu médico de família e faça um hemograma.

Anemia: o que comer

Para repor os glóbulos vermelhos e hemoglobina, o organismo necessita de vários nutrientes disponíveis na alimentação. O mais importante de todos é o ferro, também responsável pelo crescimento, desenvolvimento e funcionamento das células. Para incorporar mais ferro na dieta, deve optar por ingerir carne vermelha (duas a três vezes por semana), peixe, feijão, gema de ovo e . O de cevada e o integral também contêm um alto teor em ferro. São, por isso, ótimas alternativas ao pão branco.

Dourada ao sal com Filipa Gomes

Receita: Dourada ao sal

Outros nutrientes importantes são a vitamina B12 e o ácido fólico. A vitamina B12 está disponível sobretudo em alimentos de origem animal como fígado, ostras, marisco ou ovos. O ácido fólico existe em níveis elevados nos brócolos, , couve-de-bruxelas e outros vegetais de folha verde.

Dicas para incluir mais legumes na dieta

A vitamina C também é importante para quem sofre de anemia, na medida em que contribui para a absorção do ferro.

O ferro encontrado nos alimentos de origem vegetal é menos facilmente absorvido pelo organismo. No entanto, a combinação com outros alimentos ricos em vitamina C, acaba por auxiliar por ser uma vitamina importante neste processo.

Alimentos como os citrinos, morango, papaia, , hortícolas de folha verde escura, são boas fontes desta vitamina e podem ajudar a melhor a biodisponibilidade do ferro. Este contributo verifica-se também para o ferro de origem animal, pelo que a combinação é sempre uma boa ideia.

Por oposição, a cafeína prejudica a absorção do ferro, logo, deve evitar-se café, chá e refrigerantes com cafeína.

Receitas com kiwi

Receitas com kiwi de Joana Vaz

Lista de alimentos para a anemia

Alimentos ricos em Ferro

  • Carne vermelha
  • Marisco
  • Nozes
  • Feijões
  • Vegetais como a salsa, espinafre ou rúcula
  • Beterraba

Alimentos ricos em vitamina C

  • Castanha
  • Nabo
  • Melancia
  • Alcachofra
  • Kiwi
  • Papaia
  • Cerejas

Conheça também quais os alimentos ricos em proteínas

Tem dúvidas sobre este tema? Pergunte à Nutricionista Online.

Autor

À Roda da Alimentação