Alimentos ricos em ácido fólico

Por À Roda da Alimentação

O ácido fólico, também conhecido por vitamina B9 ou folato, desempenha várias funções importantes no organismo. Conheça os alimentos ricos em ácido fólico e previna assim vários problemas de saúde.

Ácido fólico: para que serve?

Apesar de o folato ser referido como vitamina B9, o complexo de B tem curiosamente apenas 8 vitaminas no total. Essencial para a saúde em geral de todas as pessoas, ácido fólico desempenha um papel importante a vários níveis.

Saúde cardiovascular

Contribui para o normal metabolismo da homocisteína, prevenindo eventos cardiovasculares como enfartes.

Saúde do sistema nervoso e do cérebro

É importante especialmente no que diz respeito à função cognitiva e à prevenção de depressões, demência e para uma normal função psicológica.

É crucial na produção e na manutenção da saúde das células do corpo, bem como na produção de glóbulos vermelhos, razão pela qual o associamos à imunidade, à prevenção da e de certos tipos de cancro.

Ácido fólico na gravidez

O ácido fólico é responsável pela formação saudável do tubo neural do feto, prevenindo defeitos congénitos muito graves, como a espinha bífida. É importante lembrar que a boa formação do tubo neural está ligada ao sistema nervoso central, ao cérebro e ao coração.

Alimentos com ácido fólico

O ácido fólico, enquanto forma sintética de folato, encontra-se naturalmente em alguns alimentos:

  • Hortícolas de folhas verde-escuras (nabo, agrião, alface, brócolos, espinafres, couve-de-bruxelas, espargos).
  • Outros como a alcachofra, alho francês, , cebola, , , , feijão verde, pimento vermelho.
  • como o feijão, fava, ervilha, etc.
  • , amaranto, bulgur e aveia.
  • Amêndoa, avelã, caju, noz, pinhão.
  • Sementes de , cânhamo, linho, papoila e sésamo.
  • Laranja
  • Ovos
  • Spirulina

Apesar de o ácido fólico existir naturalmente nos alimentos, também pode ser vendido como suplemento, forma em que é mais bem absorvido do que a partir das fontes alimentares – 85% versus 50%, respetivamente. Porém, se tomar esta opção, faça-o sempre sob vigilância médica.

O défice de folato pode levar a Anemia, causando fadiga, palidez, irritabilidade, falta de ar e tonturas pode se desenvolver. Uma deficiência grave pode causar vermelhidão e dor na língua, diarreia, redução do paladar, depressão, confusão e demência.

Fontes: DGS, HSPH

Autor

À Roda da Alimentação