Receitas de bacalhau para o Natal

Por À Roda da Alimentação

Em plena época de Natal manda a tradição que se sirva cozido com todos. No entanto, para fugir à rotina desta quadra, propomos-lhe três receitas especiais feitas com este fiel amigo.

Artigo atualizado a 20 de dezembro de 2022

Pode haver quem torça o nariz, especialmente entre os mais velhos, quando não se serve o típico bacalhau cozido com todos, ou seja, com batatas, cenoura, ovo e couve. Com as sobras deste prato salteadas em azeite, alho, sal e pimenta, muita gente faz no dia seguinte a deliciosa «roupa velha». Mas porque às vezes é importante trocar as voltas à tradição, propomos acrescentar três receitas às mil e uma que já conhecemos com bacalhau, o peixe-rei da gastronomia nacional e fiel amigo dos portugueses. E estas são as nossas sugestões.

Bacalhau com crosta de tomate seco e ervas

Três receitas de bacalhau

A primeira é uma sugestão da chef da Continente Magazine, Mariana Castello-Branco. Trata-se de ‘bacalhau com crosta de tomate seco e ervas’. Fácil e rápida de preparar, esta receita de bacalhau para a consoada leva-se ao forno, com bastantes legumes e ervas aromáticas, e constitui uma ótima alternativa ao tradicional bacalhau cozido com todos.

Como demolhar bacalhau

Demolhar bacalhau é muito simples, desde que não se esqueça de mudar a água. A duração da demolha depende de o bacalhau estar inteiro e cortado em lombos, caso em que se aconselha três dias, ou estar desfiado, sendo suficiente 12 a 15 horas. Para que tudo corra bem ao demolhar bacalhau, basta seguir apenas alguns passos:

  • Passe o bacalhau por água corrente para lhe retirar o excesso de sal.
  • Coloque o bacalhau num recipiente com água, com a pele virada para cima, tapado e no frigorífico.
  • Mude a água com frequência, duas ou três vezes por dia é suficiente.
  • Quando tirar o bacalhau do recipiente, retire-lhe o excesso de água com um pano.
  • Cozinhe o bacalhau ou congele-o, conforme preferir.

Bacalhau Natalício

Três receitas de bacalhau

A segunda sugestão é assinada pelo chef Diogo Noronha, conhecido por apostar numa cozinha pura e natural, na qual o peixe é a grande estrela. O seu ‘bacalhau natalício’ é mais uma receita saudável que pode igualmente servir para surpreender a família na noite de consoada.

Benefícios do bacalhau

  • É rico em proteína de alto valor biológico, o que contribui para a manutenção e aumento da massa muscular e normal funcionamento do organismo.
  • É um aliado da elegância por ser um peixe magro, isto é, tem baixo teor de gordura e, por isso é considerado um peixe de fácil digestão!
  • Promove o bom funcionamento do sistema imunitário, pois além da sua versatilidade é um peixe rico em vitamina D.
  • É fornecedor de gorduras benéficas para a saúde, os ácidos gordos ómega-3.
  • É fonte de fósforo, importante para a saúde óssea e dentaria!

Canelones de curgete com bacalhau

Três receitas de bacalhau

Por fim, como não há duas sem três, deixamos-lhe uma receita menos tradicional, criada pela nutricionista Ágata Roquette: ‘canelones de curgete com bacalhau’. Esta sugestão original, que junta bacalhau com espinafres e queijo, é uma combinação deliciosa que se destaca em qualquer mesa.

Feliz Natal!

Como escolher bacalhau

  • Verifique o corte da cauda do bacalhau, uma vez que o melhor bacalhau, o do Atlântico Norte, apresenta um corte reto; espécies com menos qualidade têm a cauda em forma de V.
  • A cor do bacalhau é um indicador da sua qualidade; uma peça muito branca não é um bom indicador, prefira sempre uma com um tom de palha.
  • Assegure-se de que o bacalhau não apresenta manchas vermelhas ou de sangue na carne.
  • Excesso de sal sobre o bacalhau é um sinal de alerta, porque isso pode servir para esconder defeitos.

Autor

À Roda da Alimentação