Neste Dia da Mulher, escolha uma alimentação equilibrada e saúdavel

Por À Roda da Alimentação

Como a alimentação equilibrada e saudável tem impacto no bem-estar e na saúde mental.

Temos um desafio para celebrar o Dia da Mulher. E que tal parar para pensar um bocadinho mais em si? O quotidiano pode ser demasiado exigente e deixar o corpo e a mente num estado de exaustão. No entanto, uma alimentação equilibrada e saudável é uma ajuda preciosa, não só para o bem-estar geral, mas também para a sua saúde mental. Temos 10 conselhos inteligentes que fazem a diferença. Celebre-se a si mesma!

Comemoramos o Dia da Mulher como forma de recordar a história e um tempo de lutas no feminino pela igualdade dos direitos civis, nomeadamente o voto para as mulheres, bem como para evocar as primeiras manifestações das mulheres a favor de melhores condições de vida, contra o desemprego e por tantas outras causas que hoje parecem – em alguns casos com reservas – um dado adquirido.

No ponto em que estamos atualmente, as nossas causas gerais e particulares acumulam-se, e a rotina quase nos impede de viver. Assim, é bom lembrar que se somos aquilo que comemos, e se a saúde digestiva e nutricional tem influência no bem-estar mental, então está na altura de travar uma nova forma de luta que deve começar no prato, uma zona privilegiada de cuidado para tratar de si sem ficar no fim da lista de todas as prioridades.

10 hábitos alimentares inteligentes para uma vida mais feliz

Aumente a ingestão de frutas e legumes

De acordo com o British Journal of Health Psychology,há uma relação estreita entre comer frutas e legumes e ter um espírito mais positivo. Recomenda-se, a propósito, que metade do prato seja preenchido com legumes ou até com frutas; e quanto mais colorido ficar, melhor. Se assim for, vai ter uma excelente fonte de vitaminas, minerais, compostos antioxidantes e carotenoides que melhoram o metabolismo e a saúde no geral.

Use ervas e especiarias

As ervas e os temperos contribuem para reduzir o sal adicionado e/ou o açúcar adicionado na confeção e tempero de receitas, além de melhorarem e intensificarem o sabor dos alimentos, algumas delas têm propriedades nutricionais interessantes.

Coma para o seu intestino

O intestino é conhecido como sendo o nosso «segundo cérebro», uma vez que contém imensas células nervosas. Além disso, nele aloja-se 90% da nossa serotonina, um neurotransmissor químico que afeta o humor, o apetite, o sono e a memória. Por essa razão, em casos de stresse ou de ansiedade, o intestino pode não funcionar bem, facto que afeta profundamente o humor. Alimentos como iogurte natural, frutos oleaginosos, e sementes de são muito benéficos para este órgão.

Coma regularmente

Não passe muitas horas sem comer. Fazer pequenas refeições regularmente ao longo do dia mantém o metabolismo equilibrado. Por outro lado, é uma forma de evitar comer demais e de regular os níveis de no sangue – e quanto mais equilibrado estiver o açúcar, mais estabilidade e equilíbrio sentimos.

Opte por ingerir gorduras saudaveis

O cérebro tem uma enorme percentagem de gordura – cerca de 60% da sua constituição. Assim, consumir gorduras saudáveis é essencial para a saúde deste órgão. Alimentos como abacates, azeitonas, outros frutos oleaginosos, sementes (de girassol e linhaça) e peixes gordos ( e atum) estão repletos de gorduras saudáveis.

Comece a comer nozes e sementes

As nozes e as sementes contêm muitos . Sementes (incluindo linhaça, sementes de abóbora e sementes de chia) e nozes são uma boa fonte de , fibra e gorduras saudáveis para o coração. Para incorporar os benefícios das nozes e das sementes na sua alimentação, pode usá-las para polvilhar as suas e saladas.

Reduza os açúcares adicionados

Comer alimentos ricos em açúcar aumenta o risco de , diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares. Além disso, os alimentos açucarados causam baixas de açúcar no sangue que podem gerar nervosismo, ansiedade ou mau humor. Opte por adoçar as suas receitas com fruta, como a banana e escolha alimentos sem adição de açúcar.

Prefira Hidratos de carbono complexos (absorção lenta)

Os hidratos de carbono simples (absorção rápida) aumentam muito mais a glicemia do que hidratos de carbono complexos, de absorção prolongada e ricos em fibra, que diminuem a velocidade da digestão, contribuindo com o controlo da hiperglicemia. Para isso, basta substituir, por exemplo, a massa branca pela massa integral, ou o pão branco por pão integral ou de centeio, por exemplo.

Coma alimentos que ajudem a dormir melhor

O sono é uma parte indispensável de um estilo de vida saudável. Aumenta o humor e ajuda a melhorar as capacidades cognitivas e a saúde cardiovascular, entre outros benefícios. Comer alimentos que induzem o sono é uma forma natural e eficaz de combater a insónia. Os alimentos ricos em triptofano, como bananas, , amêndoas, sementes e aveia integral, são ideais para dormir bem.

Preste atenção ao seu prato

É fundamental comer com consciência, ou seja, não só a saborear e a mastigar bem os alimentos, mas também a ouvir os sinais de fome que o corpo emite. A alimentação consciente ajuda a apreciar a comida e a prevenir comportamentos alimentares compulsivos com a chamada «comida emocional». Assim, não coma enquanto faz outras coisas, nomeadamente a olhar para a televisão ou para o telemóvel. Concentre-se, tornando a refeição mais presente e consciente.

Feliz dia da Mulher!

Fonte

Autor

À Roda da Alimentação