Há muita fruta que não costumava comprar simplesmente porque não lhe conhecia o sabor. Resolvi acabar com os mistérios e fui às compras.

Comecei a semana a dançar para um trabalho televisivo mas entre um ensaio e outro, guardei algum tempo para saber mais sobre a origem, sabor e forma de consumo dos frutos exóticos mais ‘estranhos’ ao paladar.

No meu programa À Roda da Alimentação, que passou sábado na RTP1, tive umas lições com a nutricionista Magda Rocha e aprendi bastante.

Experimentei a linda pitaya vermelha, muito rica em fibras, descobri o que fazer com o tamarindo, que é ótimo para geleias e sumos, e aprendi, finalmente, o truque para abrir o coco.

Não há nada como dar uma hipótese ao desconhecido, alargar horizontes, e acrescentar novos sabores à dieta.

 

Se ainda não viu o programa desta semana, aceda ao episódio online no site da RTP1.

CHEGOU A COLEÇÃO À RODA DA ALIMENTAÇÃO

CONHEÇA OS NOVOS UTENSÍLIOS

Your Content Goes Here

Your Content Goes Here

Your Content Goes Here

Comentários5

  1. Adriana Santos 18/07/19 00:42 | 08.07.2019 9:16 PM

    Olá Catarina
    Gosto muito do formato do programa, condensado e com muita informação útil, para o dia a dia.
    As frutas tropicais são mesmo uma surpresa agradável

    Responder
  2. Catarina Furtado
    Catarina Furtado 18/07/19 00:42 | 10.07.2019 4:59 PM

    Olá Adriana. O À Roda da Alimentação existe para isso mesmo: para simplificar a informação e torná-la útil para o dia-a-dia dos portugueses. Tudo por uma vida mais saudável. Beijinhos.

    Responder
    1. Adriana Santos 18/07/19 00:42 | 14.07.2019 3:33 PM

      Obrigada Catarina ☺. Beijinhos e uma Boa Semana, cheia de coisas saudáveis.

      Responder
  3. João Rodrigues Sá 18/07/19 00:42 | 12.07.2019 2:56 PM

    Será que a qualidade dessas frutas importadas é a mesma que nos países de origem? Tenho sempre algum receio e como não conheço o sabor “original” não sei distinguir…

    Responder
    1. Catarina Furtado
      Catarina Furtado 18/07/19 00:42 | 12.07.2019 4:14 PM

      Olá João. Quanto à qualidade seguramente. Quanto ao sabor, está dependente de outras condições. Mas nada como experimentar e partilhar a experiência.

      Responder

Adicionar comentário

Não perca pitada
das nossas novidades